No espaço POSITIVO, o apoio psicológico destina-se a pessoas infectadas e afectadas pelo VIH. Por pessoas afectadas pelo VIH entende-se, qualquer pessoa que esteja próxima de uma infectada e que esteja em sofrimento psicológico por isso (filhos, companheiro/a, pais ou outros). No espaço Red Light, o apoio psicológico destina-se a trabalhadores/as do sexo.

Este tipo de apoio, num primeiro contacto, tenta perceber o que se passa com a pessoa, e pode a partir daqui prosseguir com um acompanhamento psicológico, caso seja necessário, e encaminhar para outras especialidades em casos específicos.

O apoio psicológico pretende fazer a pessoa sentir-se melhor consigo mesma e com os seus. Neste espaço poderá expressar os seus problemas, o seu mundo interno, quais os seus sentimentos e angústias. Todas estas coisas são escutadas pelo psicólogo sem juízos de valor, pois o objectivo é ajudar cada um a sentir-se melhor com a sua pele, e não julgá-lo.

Assim, o psicólogo está disponível, receptivo ao que a cada pessoa tem para lhe dizer. É compreensivo, sensível e acolhendo o que esta lhe diz. Com o apoio psicológico, o indivíduo passa a ter alguém que acolhe os seus pensamentos, medos e angústias mais profundos tornando-os menos dolorosos.