Desde 1996 que existe a terapêuticas de combinação contra o VIH. Destinam-se a travar a progressão da doença. É por essa razão que o número de mortes pela SIDA diminui e algumas doenças que eram consequência da SIDA tornaram-se mais raras. Contudo a terapêutica não cura a infecção.

Por isso a prevenção é a melhor solução.